6 de jul de 2016

Messi é condenado a 21 meses de prisão por fraude fiscal na Espanha

Crime foi cometido entre os anos de 2007 e 2009. Pai do jogador teve mesma pena. Por não terem antecedentes, os dois não devem precisar cumprir a condenação

Lionel Messi Tribunal (Foto: Reuters)
Por Barcelona, Espanh
Lionel Messi durante depoimento em tribunal espanhol no último mês(Foto: Reuters)
A justiça espanhola se pronunciou sobre o julgamento de Messi e o condenou a 21 meses de prisão assim como seu pai. A decisão foi adiantada nesta quarta-feira pelo jornal espanhol "Periódico de Catalunya". Trata-se do crime cometido em entre os anos de 2007 e 2009. O atleta teria fraudado a fazenda em 4,1 milhões de euros através do uso de paraísos fiscais. Há alguns dias, em depoimento, o camisa 10 do Barcelona chegou a declarar que não lia os contratos que assinava.
Apesar da sentença e ainda com possibilidade de recurso, os dois podem não precisar cumprir a pena já que nenhum deles tem antecedentes criminais e a condenação é inferior a dois anos. A família de Messi já havia depositado 5 milhões de euros para o pagamento de impostos devidos.
A advocacia do Estado, que representa a Agência Tributária e insistiu na acusação depois da desistência da "Fiscalía", havia pedido uma pena de 22 meses e 15 dias de prisão para cada um. A multa total que a família precisará pagar será de  3.689.941,48 euros, segundo a agência AFP.

Nenhum comentário: