5 de jul de 2016

Donos podem ter seus animais de estimação clonados para sempre

Duas décadas após a ovelha Dolly, a clonagem ainda é um processo caro, mas não inacessível na China

AFP
Seul - A 100.000 dólares por cabeça, os cães vendidos em uma localidade no oeste da capital sul-coreana, Seul, não são exatamente baratos, mas são exatamente pelo que seus donos pagaram: uma cópia idêntica, por dentro e por fora, do pet que um dia perderam.
O local pertence à Sooam Biotech Research Foundation, líder mundial do próspero negócio da clonagem de animais de estimação, que há uma década oferece aos donos abastados de cachorros um pet que poderá acompanhá-los para sempre.
Cães clonados são uma realidade e podem custar 100 mil dólares na China
Foto: Reprodução flickr
Com uma lista de clientes que inclui príncipes, famosos e milionários, a fundação oferece aos donos garantia contra perdas e danos, com um serviço de clonagem que promete a substituição perfeita do animal amado.
Desde 2006, a companhia clonou cerca de 800 cachorros, a pedido de particulares ou de agências estatais que buscam réplicas dos seus melhores cães farejadores para auxiliarem em operações anti-drogas ou de resgate.
"São pessoas que têm laços muito fortes com seus bichinhos de estimação, e cloná-los lhes dá uma alternativa psicológica ao método tradicional de deixar o animal ir embora e guardá-lo na memória", explica Wang Jae-Woong, pesquisador e porta-voz de Sooam.
"Com uma clonagem, tem-se a possibilidade de trazer de volta o animal de estimação" perdido, afirma o porta-voz na 'sala de cuidados' da fundação, onde cada cachorro clonado é guardado em uma jaula com paredes de vidro e temperatura controlada enquanto os pesquisadores monitoram sua saúde.

Nenhum comentário: