22 de fev de 2016

Saiba como economizar nas passagens aéreas

Dependendo da antecedência da compra, da duração da viagem, dos dias e horários, as passagens aéreas podem ter um bom desconto. Hoje, muitos sites na internet ajudam o usuário a fazer este comparativo
Elves Rabelo 
Antes de sair à procura da melhor passagem aérea para sua viagem, atente-se a algumas estratégias que podem ser parceiras do seu bolso e render bons descontos. A primeira delas é planejar tudo com antecedência. Segundo especialistas, o ideal é que as buscas por passagens baratas comecem a ser feitas seis meses antes da data da viagem.

 Esta programação pode fazer toda a diferença. Ao comprar antes, as chances de encontrar preços baixos aumentam consideravelmente.

Em segundo lugar, há dias mais indicados para viajar: terça, quarta e sábado. Nesses dias, a procura costuma ser menor e, como as empresas aéreas precisam vender todos os assentos, elas reduzem os valores e, às vezes, até lançam promoções. Já os dias mais caros são quinta, sexta e domingo, pois muitas pessoas viajam para aproveitar o final de semana e, com procura maior, os preços vão lá em cima.

Com pesquisas iniciadas com antecedência e definindo as datas para os melhores dias, é hora de utilizar buscadores de passagens na internet. No mercado, existem várias opções como KAYAK, Farecompare, Momondo e Skyscanner. Com eles é possível filtrar e comparar preços de milhares de companhias aéreas, o que facilita bastante a vida e, claro, ameniza o impacto no bolso. Dentre as ferramentas disponibilizadas por esses buscadores estão “alerta de preço”, função que avisa quando os preços das passagens aéreas caem ou atingem o valor que o usuário quer pagar, “Trips”, um assistente pessoal que organiza, gerencia e compartilha a viagem e “previsão de preços”, que indica se é o melhor momento para fazer a compra da passagem ou não.

Kaio Philipe, Country Manager do KAYAK Brasil diz que o objetivo principal do buscador “é facilitar a vida do usuário, de quem viaja e de quem pensa em viajar. Nós não vendemos nada, apenas comparamos preços”. O site tem o funcionamento similar a buscadores genéricos como Google e Bing. Ele utiliza uma tecnologia que filtra, em mais de 450 empresas aéreas, preços do menor para o maior. Os resultados do logaritmo são em tempo real.

De acordo com a companhia aérea Azul, a composição dos preços de passagens varia de acordo com alguns fatores importantes, por exemplo, antecedência da compra, tempo de permanência no destino, sazonalidade, oferta/demanda, concorrência, entre outros.

Experiência
Alisson Abreu, 44, conta que desde que descobriu as facilidades dos buscadores na internet viu sua vida muito mais fácil. “Antes eu tinha que ir às agências ou ligava para poder saber os valores. As empresas de aéreas não ajudavam muito. Com as ferramentas da internet, tudo ficou mais prático”, comemora o administrador.

Fazer as compras por estes buscadores e sites especializados em filtragens também exige atenção. Alguns acrescentam valores extras às passagens como forma de lucro ou omitem taxas e impostos. O indicado é, uma vez encontrada a passagem, checar junto à empresa para ver se os valores batem e sempre fazer a pesquisa por uma janela anônima não rastreável.

Nenhum comentário: