12 de jan de 2016

Homem-bomba mata ao menos 10 pessoas em área turística de Istambul

Segundo o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, ataque foi consumado por suspeito sírio

Da redação, com agências internacionais

EXPLOSÃO+ISTAMBUL_AFP_483x303.jpg
 
O ataque de um homem-bomba deixou ao menos 10 mortos e 15 feridos nesta terça-feira (12) em Istambul, na região de Sultanahmet, próximo à Mesquita Azul e à Basílica de Santa Sofia, importante área turística da maior cidade da Turquia.

O presidente do país, Recep Tayyip Erdogan, disse em pronunciamento que a explosão foi provocada por um homem-bomba sírio. Entre os mortos estão oito estrangeiros: seis alemães, um peruano e um norueguês.

Uma testemunha disse à Reuters que havia partes de corpos no local da explosão, relato confirmado por um policial.

Segundo explicaram várias testemunhas à emissora CNNTÜRK, a explosão ocorreu perto do obelisco egípcio na esplanada onde fica a Mesquita Azul, aparentemente entre um grupo de turistas.

A mesquita e os monumentos próximos, como Santa Sofia e o palácio de Topkapi, formam o principal complexo turístico de Istambul, cidade que recebe por ano quase 10 milhões de visitantes.

O presidente da Associação de Turismo de Sultanahmet afirmou ao jornal Hürriyet que o  ataque "é um grande golpe ao turismo de toda a região". "Há 7 mil hotéis nessa zona. Os turistas agora querem ir embora. Já estão buscando passagens (para retornar a seus países). Com essa explosão, o ano 2016 terminou para nós", disse.

A Turquia vive em estado de alerta desde os atentados suicidas de 10 de outubro do ano passado que deixaram 103 mortos na estação ferroviária de Ancara. As autoridades atribuíram o ataque ao grupo jihadista Estado Islâmico (EI).

Nenhum comentário: